Bala perdida perfura lona do centro de imprensa do hipismo olímpico

sábado, 6 de agosto de 2016 18:29 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Uma bala perdida atravessou neste sábado a lona que cobre o centro de mídia da instalação de hipismo dos Jogos do Rio, alarmando jornalistas e reforçando a preocupação sobre a capacidade da cidade-sede em garantir a segurança no maior evento esportivo do mundo.

Ninguém se feriu no incidente. O centro de hipismo de Deodoro fica localizado próximo a um complexo militar, embora a polícia ainda esteja tentando descobrir quem disparou o tiro e de onde, de acordo com o comitê organizador Rio 2016.

"Foi uma bala perdida e não tem nada a ver com os Jogos", disse o diretor de Comunicação do comitê, Mario Andrada, em entrevista coletiva, acrescentando que a segurança no local foi reforçada por precaução.

Dezenas de policiais e oficiais do Exército realizaram patrulha nas ruas ao redor do complexo de hipismo. A área não foi isolada.

Alguns dos cavalos mais caros do mundo estão alojados naquela região, e os atletas do hipismo competiam na competição de adestramento a apenas alguns metros dali.

A segurança está entre as maiores preocupações dos organizadores da primeira Olimpíada da América do Sul da história. O Brasil destacou 85 mil policiais, membros das Forças Armadas e seguranças particulares para a Olimpíada, mais do que o dobro do número visto em Londres 2012.

Também neste sábado, o esquadrão antibombas detonou uma mochila abandonada perto da linha de chegada do percurso do ciclismo de estrada. 

(Por Caroline Stauffer)

 
Cinegrafista grava buracos deixados por bala perdida em tenda do centro de imprensa do centro de hipismo da Rio 2016. 06/08/2016 REUTERS/Tony Gentile