Golfista argentino teme não poder competir no Rio após empresa aérea perder os tacos

segunda-feira, 8 de agosto de 2016 17:55 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O argentino Emiliano Grillo lançou nesta segunda-feira uma campanha no Twitter para recuperar seus tacos de golfe, perdidos em alguma das conexões aéreas que teve de fazer entre os Estados Unidos e o Brasil, e advertiu que está a ponto de perder a oportunidade de participar dos Jogos Olímpicos do Rio por causa de uma companhia aérea.

Grillo passou pelos aeroportos de Nova York, Miami e São Paulo antes de aterrissar no Rio, mas chegou ao seu destino sem os tacos, o que ameaça a sua participação na volta do golfe ao programa olímpico pela primeira vez desde 1904. A competição começa na quinta-feira.

“Atrasos, mudanças de rota e mais de 20 chamadas, mas não conseguem encontrar a minha bolsa de golfe. Vou perder a minha oportunidade de competir nos Jogos Olímpicos”, escreveu o argentino em uma rede social.

"Obrigado???”, escreveu ele mais tarde, logo depois que a empresa American Airlines o enviou uma mensagem dizendo que uma equipe da companhia estava trabalhando para encontrar os tacos.

"Obrigado à companhia pelo passeio pelo mundo antes de chegar ao destino”, escrevera ele no domingo.

Na sua última entrada na rede social, ele lançou um concurso para os seus seguidores: “Onde vocês acham que estão os meus tacos?”, indagou. Abaixo, deu opções para que os internautas escolhessem entre Nova York, Rio, Hong Kong e Ushuaia.