Olimpíada do Rio está longe da perfeição, mas problemas são resolvidos, diz Paes

segunda-feira, 8 de agosto de 2016 20:04 BRT
 

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Os Jogos do Rio de Janeiro ainda estão longe da perfeição, mas os problemas apresentados estão sendo gradativamente resolvidos, avaliou o prefeito da cidade olímpica, Eduardo Paes, nesta segunda-feira.

Para o prefeito, uma avaliação mais precisa e ponderada deve ser feita após os Jogos em 22 de agosto. "Estamos muito no início da Olimpíada e acho que comemorar alguma coisa ou discutir um tema que tenha sido muito cobrado só (será possível) no final", disse a jornalistas em evento no Museu do Amanhã, no centro da capital fluminense.

"Está longe de estar perfeito e longe de terminar. Temos 13 ou 14 dias de Olimpíada e a cada dia evoluímos melhor na operação de tudo", acrescentou.

Entre os problemas ocorridos, o prefeito citou as filas no acesso ao Parque Olímpico da Barra, como as registradas no sábado, primeiro dia de competições, os problemas de alimentação no local e o trânsito em alguns pontos da cidade, que levaram à decretação de um novo feriado na abertura dos Jogos, na semana passada.

"Ajustes estão sendo feitos. No sábado houve problema de entrada, mas ontem e hoje não. São ajustes permanentes, nos reunimos o tempo todo para reagir", disse a jornalistas.

"Problemas sempre surgem e o que importa é a capacidade de reagir e solucionar os problemas", acrescentou.

Apesar de entender que os ajustes estão sendo feitos e os problemas superados, Paes afirmou que ainda não dá para cravar que o Rio está passando no teste olímpico.

"O teste a gente só passa depois que acabar. Temos uma Olimpíada pela frente, porque só passamos dois dias", afirmou.

Paes reforçou a necessidade de os cariocas evitarem deslocamentos longos e sugeriu que busquem carona solidária e transporte público.

O prefeito afirmou, ainda, que a cidade está tomada pelo espírito olímpico com muita gente de todo mundo e diversas atrações. "Está emocionante", declarou Paes, um dos principais defensores da candidatura da cidade para receber a Olimpíada.