Thiago Pereira termina em 7º nos 200m medley em prova com 22º ouro de Phelps

quinta-feira, 11 de agosto de 2016 23:50 BRT
 

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O nadador Thiago Pereira entrou na última perna da final dos 200 metros medley em segundo lugar, atrás apenas do fenônemo Michael Phelps, mas não conseguiu manter o ritmo nos 50 metros finais e acabou apenas em 7º lugar, enquanto Phelps chegou ao 22º ouro olímpico de sua carreira histórica.

Thiago, que foi medalha de prata nos 400 metros medley em Londres 2012, quando bateu Phelps, era a principal esperança de medalha da natação brasileira na Rio 2016, especialmente devido à ausência de Cesar Cielo, e agora a modalidade corre o risco de encerrar a participação olímpica sem subir ao pódio.

Ainda há expectativa com relação ao velocista Bruno Fratus na final dos 50 metros livre, na sexta-feira, mas ele precisará melhorar bastante em relação às semifinais, em que fez o 6º tempo.

Em sua única prova nos Jogos do Rio, Thiago nadou lado a lado com Phelps durante três quartos da prova, com uma estratégia ousada, mas acabou pagando o preço por isso no final, sem conseguir manter o ritmo.

O brasileiro terminou com o tempo de 1min58s02, acima do que fez nas semifinais (1min57s11), e teria ficado com o bronze em casa se tivesse repetido o tempo feito na final da prova em Londres 2012 (1min56s74), quando terminou em quarto lugar.

"Me senti bem, saí para disputar com o Michael, tentar repetir o feito de Londres", disse Thiago após a prova em entrevista para a televisão ao lado da piscina.

"É duro olhar o placar e ver que a medalha saiu com um tempo totalmente capaz. Nos últimos anos consegui nadar várias vezes na casa de 1min56, até mesmo nos últimos Jogos Olímpicos, que fiquei em quarto", lamentou.

Essa foi a quarta final olímpica seguida de Thiago nos 200m medley, sempre batendo na trave de uma medalha. Em Londres 2012 e Pequim 2008 ele terminou em quarto, e em Atenas 2004 foi o quinto.

Essas mesmas quatro provas foram vencidas por Phelps, que nesta quinta-feira conquistou o título no Rio com o tempo de 1min54s66. A prata ficou com o japonês Kosuke Hagino (1min56s61) e o bronze com o chinês Shun Wang (1min57s05).

 
Michael Phelps e Thiago Pereira se abraçam após a final dos 200m medley. 11/08/2016 REUTERS/Stefan Wermuth .