Judoca Rafael Silva perde para Riner e tentará o bronze

sexta-feira, 12 de agosto de 2016 12:19 BRT
 

Por Tatiana Ramil

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O brasileiro Rafael Silva foi derrotado pelo fenômeno do judô, o francês Teddy Riner, oito vezes campeão mundial, e tentará a medalha de bronze nesta sexta-feira nos Jogos Olímpicos do Rio.

Essa é a última esperança de pódio para o judô do Brasil, considerado carro-chefe de medalhas para o país, mas que conquistou somente o ouro de Rafaela Silva e o bronze de Mayra Aguiar, sem conseguir a meta de superar as quatro medalhas de Londres 2012 (um ouro e três bronzes), em termos de quantidade de medalha ou qualitativamente.

A outra representante do país nas disputas desta sexta, Maria Suelen Altheman, da categoria acima de 78Kg, perdeu na estreia para a sul-coreana Kim Minjeong por um yuko.

Rafael Silva, conhecido como Baby, ganhou suas duas primeiras lutas com facilidade na categoria mais de 100 Kg, mas parou em Riner, atual campeão olímpico, nas quartas de final, e terá que disputar uma repescagem para tentar repetir o bronze que ele conquistou em Londres 2012.

Em 2015 Riner, de 2,03 metros, conquistou o oitavo título mundial, estabelecendo um recorde para o campeonato. Principal astro do judô, o francês foi muito aplaudido pelos torcedores brasileiros em sua primeira luta, vencendo por ippon.

Quando enfrentou o brasileiro, ele foi vaiado, porém não se intimidou e venceu com um wazari.

Rafael Silva estreou contra o hondurenho Ramon Pileta e venceu por ippon, sem muita dificuldade. Na segunda luta, ele superou o russo Renat Saidov com um ippon que levantou a torcida na Arena Carioca 2.

(Por Tatiana Ramil)

 
Francês Teddy Riner e Rafael Silva
12/08/2016. REUTERS/Toru Hanai