Bandeira russa é arrancada e amassada, diz atleta do país

sexta-feira, 12 de agosto de 2016 16:35 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Campeã do nado sincronizado, a russa Alexandra Patskevich disse nesta sexta-feira que a bandeira de seu país foi retirada da parede e deixada amassada no chão em seu primeiro dia na Olimpíada do Rio.

O incidente alimenta o que alguns chamaram de "atmosfera antirrussa" no Rio, após as revelações de doping patrocinado pelo Estado no país, que dominou a preparação para os Jogos e custou a dezenas de atletas russos seus lugares na competição.

Os competidores russos foram vaiados em vários eventos, notadamente na piscina, onde as tensões entre os nadadores norte-americanos e russos fomentaram uma atmosfera remanescente da Guerra Fria e os fãs provocavam uns aos outros no Parque Olímpico.

"O primeiro dia foi inacreditavelmente longo, difícil e cansativo", escreveu Patskevich, que conquistou o ouro na competição feminina por equipes em Londres 2012, no Instagram junto com uma foto da equipe russa se alongando perto da piscina.

"Todos estão nos perguntando sobre as atitudes em relação a atletas russos? Por que nós devemos ficar quietos -eles não são respeitosos! Julguem por si próprios -nós começamos esta manhã encontrando a bandeira caída e amassada em uma pilha fora da nossa porta", escreveu.

Um porta-voz do Comitê Olímpico Russo disse que estava ciente do incidente, mas não deu mais detalhes.

(Por Jack Stubbs)