COI diz estar decepcionado por comentários de Hope Solo sobre suecas

sábado, 13 de agosto de 2016 15:19 BRT
 

Por Karolos Grohmann

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O Comitê Olímpico Internacional (COI) desaprovou os comentários da goleira da seleção norte-americana de futebol, Hope Solo, que chamou as suecas de covardes após o time europeu eliminar os EUA do torneio feminino nos Jogos Olímpicos. Contudo, não haverá punições contra a atleta.

O COI, que na sexta-feira lançou mão de uma comissão disciplinar para julgar o judoca egípcio que se negou a cumprimentar o rival israelense, disse neste sábado que os comentários de Solo foram feitos “no calor do momento”, após a derrota na quartas de final.

“É o calor do momento. As paixões afloram e as pessoas dizem coisas das quais se arrependem”, afirmou o porta-voz do COI, Mark Adams.

“Se houve tais comentários, é decepcionante. Nós apenas podemos falar sobre como os atletas tratam uns aos outros. As pessoas são livres para dizer essas coisas. Não os censuraremos por expressar suas opiniões dentro dos limites.”

Solo, que é bicampeã olímpica, ficou furiosa pela derrota nos pênaltis após empate por 1 x 1 na sexta-feira, chamando as suecas de “um bando de covardes”.

“Creio que mostramos muita raça”, afirmou a goleira. “Empatamos após estarmos atrás no placar. Estou orgulhosa dessa equipe. Mas também acho que jogamos contra um bando de covardes. Hoje, a melhor equipe não venceu.”

 
Goleira Hope Solo em jogo contra Suécia.  12/08/2016.  REUTERS/Ueslei Marcelino