Nadador norte-americano Lochte é assaltado em falsa blitz após sair de festa no Rio

domingo, 14 de agosto de 2016 16:51 BRT
 

Por Eduardo Simões

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O nadador norte-americano Ryan Lochte e três companheiros de equipe foram assaltados em um táxi após serem abordados por homens que fingiam ser policiais armados em uma falsa blitz, informou o Comitê Olímpico dos Estados Unidos (USOC) neste domingo.

"De acordo com quatro membros da equipe olímpica de natação dos Estados Unidos (Gunnar Bentz, Jack Conger, Jimmy Feigen e Ryan Lochte), eles deixaram a Casa da França no começo da manhã de domingo em um táxi a caminho da Vila Olímpica", disse o porta-voz do USOC Patrick Sandusky.

"O táxi deles foi parado por indivíduos que fingiam ser policiais armados que exigiram o dinheiro dos atletas e outros bens pessoais. Os quatro atletas estão bem e cooperando com as autoridades", acrescentou.

A mãe de Lochte disse que o nadador não se feriu, mas ficou abalado com o incidente.

"Acho que eles ficaram todos abalados. Havia alguns deles", disse Ileana Lochte ao jornal USA Today. "Eles simplesmente levaram as carteiras deles e foi basicamente isso."

Não estava imediatamente claro se os assaltantes estavam armados e se uma arma chegou a ser apontada para os atletas dos Estados Unidos durante o assalto.

 
Nadador norte-americano Ryan Lochte após final dos 200 metros medley na Rio 2016
12/08/2016 REUTERS/David Gray