Ginastas Diego Hypólito e Arthur Nory levam prata e bronze no solo na Rio 2016

domingo, 14 de agosto de 2016 15:55 BRT
 

Por Tatiana Ramil

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Os ginastas brasileiros Diego Hypólito e Arthur Nory surpreenderam ao conquistar neste domingo medalhas de prata e bronze, respectivamente, na prova de solo dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, superando favoritos como os japoneses Kenzo Shirai e Kohei Uchimura.

Campeão do mundo no solo em 2005 e 2007, Diego, de 30 anos, acumulava decepções em Olimpíadas, com quedas dolorosas nos Jogos de Pequim 2008 e Londres 2012, quando era considerado um dos favoritos.

O ouro no Rio ficou com o britânico Max Whitlock. Os japoneses Shirai, atual campeão mundial no solo, e Uchimura, campeão olímpico no individual geral, apresentaram falhas em suas séries.

Diego foi muito aplaudido após sua apresentação na Arena Olímpica do Rio e vibrou com o desempenho. No entanto, quando foi anunciada a nota, 15.533, ele fez cara feia, achando que poderia ter sido mais alta. Mas foi o suficiente para ficar com a prata, atrás do britânico, que conseguiu 15.633, e à frente de Nory, com 15.433.

Para comemorar o desempenho, a torcida brasileira cantou o hino nacional nas arquibancadas.

Favorito nas últimas duas Olimpíadas, desta vez Diego não estava entre os principais cotados ao pódio, mas havia feito uma boa apresentação durante a prova de classificação no Rio, com a nota de 15.500.

Depois daquela performance, o brasileiro chorou bastante por ter conseguido acertar a série.

Em meio a um processo de renovação da ginástica artística masculina do Brasil, que nos Jogos Rio 2016 disputou pela primeira vez uma Olimpíada com equipe completa e terminou em 6º, Diego só foi confirmado de última hora entre os integrantes do time brasileiro, diante de resultados inconstantes e lesões nos últimos anos.

Após a confirmação da vaga, o ginasta mais experiente da equipe brasileira passou a treinar com seu colega de time e atual campeão olímpico das argolas, Arthur Zanetti, que disputa a final do aparelho na segunda-feira.

 
Ginastas Arthur Nory (E) e Diego Hypólito posam com a bandeira do Brasil após conquistarem medalhas na Rio 2016
14/08/2016 REUTERS/Mike Blake