COI minimiza problemas da Olimpíada e diz que Rio 2016 cumpriu o que prometeu

domingo, 14 de agosto de 2016 17:18 BRT
 

Por Karolos Grohmann

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Os organizadores da Olimpíada do Rio cumpriram o prometido, afirmou o Comitê Olímpico Internacional (COI) neste domingo, minimizando os persistentes problemas que afetaram os primeiros Jogos da história na América do Sul.

A Rio 2016 tem enfrentado uma lista aparentemente infinita de problemas com locais de competições e infraestrutura, além de incidentes de violência na cidade como o assalto a um grupo de nadadores norte-americanos voltando de uma festa.

Desde o dia da cerimônia de abertura, em 5 de agosto, milhares de assentos vazios têm sido visíveis em muitos locais de competição, apesar de garantias de que eles seriam eventualmente preenchidos, e se locomover em uma cidade com muito trânsito e com alto índice de crimes também foi uma dor de cabeça permanente.

Outro problema é com a decoração da cidade com os temas olímpicos, praticamente inexistente.

"Ainda temos um problema com o visual dos Jogos e com a sinalização", disse o diretor-executivo dos Jogos Olímpicos do COI, Christophe Dubi. "O que eles enfrentaram é uma situação muito infeliz".

De acordo com os organizadores, empresas terceirizadas não entregaram os cartazes a tempo, e apenas alguns deles estão distribuídos ao redor da cidade, dos locais de competições e em outras áreas olímpicas.

A decoração também não apareceu no trajeto da maratona feminina, neste domingo.

"Não foram entregues a tempo e os organizadores tiveram que trocar de fornecedor. Muitas coisas que deveriam ter sido instaladas não foram", disse Dubi.   Continuação...

 
Funcionários limpam a piscina do Maria Lenk. 14/08/2016   REUTERS/Stefan Wermuth