Murray bate Del Potro em jogo de 4 horas e se consagra bicampeão olímpico de tênis

domingo, 14 de agosto de 2016 22:20 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O britânico Andy Murray se tornou neste domingo o primeiro tenista a conquistar duas medalhas de ouro em simples nos Jogos Olímpicos, ao derrotar o argentino Juan Martin del Potro por 7-5, 4-6, 6-2 e 7-5 em uma final com mais de 4 horas de duração no Centro Olímpico de Tênis da Rio 2016.

Com a vitória Murray repete o feito dos Jogos de Londres 2012, quando também foi medalhista de ouro, enquanto Del Potro também voltará ao pódio pela segunda vez seguida, após ter sido bronze quatro anos atrás.

A partida foi disputada sob clima de rivalidade entre a torcida brasileira, apoiando Murray, e um grande número de argentinos nas arquibancadas, que foram transformadas praticamente em estádios de futebol, com muitas bandeiras e músicas típicas dos estádios argentinos.

Um torcedor com camisa argentina foi inclusive retirado da arena por homens da Força Nacional de Segurança por exagerar no incentivo a Del Potro, atrapalhando outros torcedores.

Apesar da derrota, Del Potro saiu de quadra ovacionado após as 4 horas e 2 minutos de partida, encerrando uma campanha memorável em que derrotou o tenista número 1 do mundo, Novak Djokovic, e o ex-líder do ranking mundial Rafael Nadal.

A medalha de bronze no torneio masculino de simples ficou com o japonês Kei Nishijori, que derrotou Nadal mais cedo neste domingo na disputa de terceiro lugar.

(Por Pedro Fonseca)

 
Murray comemora título no Rio.  14/08/2016.  REUTERS/Toby Melville