Fabiana Murer é eliminada na preliminar do salto com vara da Rio 2016

terça-feira, 16 de agosto de 2016 13:38 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A saltadora brasileira Fabiana Murer ficou fora da final olímpica do salto com vara dos Jogos Olímpicos Rio 2016, nesta terça-feira, ao não conseguir saltar 4,55 metros, marca mais de 30 centímetros abaixo do melhor salto de sua carreira, realizado nesta mesma temporada.

A atleta, que era apontada como principal esperança de medalha para o atletismo do Brasil antes dos Jogos, anunciou antes da Olimpíada que estava com uma hérnia de disco cervical, mas que estava treinando bem para o que deve ser sua última participação olímpica.

Ao tentar saltar 4,55 metros logo em sua primeira tentativa, a atleta disse ter sentido falta de força no braço esquerdo por conta da hérnia, o que prejudicou suas três tentativas de salto.

"A entrada estava muito boa, mas a segunda parte do salto eu não estava conseguindo manter a vara envergada", disse Fabiana após a eliminação. "Infelizmente uma lesão tira a condição do atleta de poder saltar", lamentou emocionada.

Fabiana, de 35 anos, disse não saber ainda se vai se aposentar ou se continuará saltando. Se decidir parar, ela encerrará uma carreira marcada por resultados importantes, como o campeonato mundial em 2011 e o vice em 2015, mas por fracassos em Jogos Olímpicos.

Em Pequim 2008 ela não conseguiu saltar como gostaria na final após uma de suas varas desaparecer. Em Londres 2012, Fabiana decidiu não saltar por causa do forte vento na capital britânica e, agora no Rio, teve sua competição prejudicada pela lesão.

Ela conquistou sua melhor marca da carreira, 4,87 metros, justamente nesta temporada, o que havia aumentado as expectativas para uma medalha olímpica.

Na segunda-feira à noite, o saltador Thiago Braz se sagrou campeão olímpico do salto com vara masculino ao saltar 6,03 metros, estabelecendo um novo recorde olímpico e assegurando ao atletismo brasileiro ao menos um pódio na Rio 2016.

(Reportagem de Eduardo Simões)

 
Fabiana Murer reage após não conseguir superar o sarrafo durante competição no Rio de Janeiro
20/05/2012 REUTERS/REUTERS/Ricardo Moraes