China fica sem medalha de ouro na ginástica pela 1ª vez em mais de 30 anos

terça-feira, 16 de agosto de 2016 20:14 BRT
 

Por Caroline Stauffer

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O time de ginástica da China deixou os Jogos do Rio sem nenhuma medalha de ouro, em sua pior exibição na modalidade desde o retorno do país aos Jogos Olímpicos em 1984, depois que três competidores ficarem fora do pódio nesta terça-feira.

A China, tradicionalmente uma grande força do esporte, conseguiu apenas duas medalhas na ginástica no Rio: bronze para suas equipes masculina e feminina.

O resultado representa uma queda acentuada ante os Jogos de Pequim 2008, quando o país da casa dominou a modalidade e obteve ambos os títulos nas equipes feminina e masculina.

Deng Shudi, que ficou sem medalhas ao obter o quarto lugar na final das barras paralelas nesta terça-feira, disse que a pressão era grande dentro da competição.

"Eu não consegui dormir até 2h ou 3h da manhã. Eu simplesmente não conseguia dormir", disse. "Eu não sei o que aconteceu. Meu cérebro está vazio".

O sistema da China para o esporte vinha sendo muito bem-sucedido desde que o país retornou às Olimpíadas em 1984, culminando com o primeiro lugar no quadro de medalhas em casa em Pequim 2008 e ficando pouco atrás dos Estados Unidos em Londres quatro anos depois.

No Rio, no entanto, o país asiático se encaminha para fechar a participação em terceiro lugar, que seria o pior resultado da China desde 1996.

 
Ginasta chinês Deng Shudi se apresenta no cavalo com alças. 10/08/2016 REUTERS/Damir Sagolj