Em 2085, maior parte do Hemisfério Norte será quente demais para sediar Olimpíadas de verão

quarta-feira, 17 de agosto de 2016 20:50 BRT
 

BERKELEY, Estados Unidos (Reuters) - Em 70 anos, a maioria das cidades do Hemisfério Norte não poderão organizar os Jogos Olímpicos de verão devido às crescentes temperaturas associadas com a mudanças climáticas, de acordo com descobertas publicadas em uma revista médica nesta semana.

"Nosso estudo com o uso de projeções de mudanças mostram que poucas cidades no fim do século poderão realizar os Jogos durante o verão do Hemisfério Norte", disse o professor John Balmes, da Universidade da Califórnia em Berkeley, coautor do estudo.

As conclusões, originalmente publicadas na publicação especializada The Lancet, indicam que em 2085 apenas oito cidades do Hemisfério Norte fora da Europa Ocidental poderiam ter clima ameno o suficiente para organizar os Jogos. San Francisco seria uma de apenas três na América do Norte que poderiam servir como sede.

Os investigadores usaram projeções que combinam temperatura, umidade, radiação de calor e vento para determinar a viabilidade de potenciais cidades sede.

As conclusões assumem que qualquer cidade com chances maiores de 10 por cento de cancelar a realização da maratona devido a temperaturas superiores aos 26 graus Celsius não seria viável como sede.

(Por Lily Jamali)