19 de Agosto de 2016 / às 18:16 / em um ano

Após encantar torcida no começo, futebol feminino do Brasil se despede da Olimpíada em 4º

Marta após derrota do Brasil para o Canadá. 19/08/2016 REUTERS/Paulo Whitaker

(Reuters) - A seleção brasileira de futebol feminino perdeu a disputa pela medalha de bronze para o Canadá por 2 x 1, nesta sexta-feira, e terminou os Jogos Olímpicos do Rio em 4º lugar, depois de fazer uma ótima primeira fase e impressionar a torcida.

No jogo que definiu a terceira colocação, as brasileiras foram dominadas pelas canadenses na Arena Corinthians, em São Paulo, e pareciam cansadas após disputar prorrogações e disputas de pênaltis nos dois confrontos anteriores.

O Brasil, medalhista de prata em Atenas 2004 e Pequim 2008, iniciou muito bem a campanha no Rio, com goleadas de 3 x 0 sobre China e 5 x 1 sobre Suécia, mas depois ficou três jogos sem marcar gol, nos empates com África do Sul, pela primeira fase, e com Austrália e Suécia, nas quais venceu e perdeu nas penalidades, respectivamente.

Com estádios sempre cheios na Rio 2016, as jogadores do Brasil comemoraram o apoio recebido, apesar da falta de uma medalha, e pediram mais atenção ao futebol feminino no país.

“Esse carinho é o maior prêmio que recebemos. Não conseguimos medalhas, mas o esporte é assim, a gente espera que o carinho continue, porque a modalidade precisa”, disse a meia-atacante Marta, eleita por cinco vezes a melhor jogadora do mundo.

DESPEDIDA DA FORMIGA

A meia Formiga, de 38 anos, se despediu da seleção em Olimpíadas depois de sua sexta participação, na qual se destacou comandando o meio-campo da equipe com energia na marcação e passes precisos.

“Só tenho a agradecer o povo brasileiro pela força. Não é fácil, não é o que a gente queria. Eu só peço que não desistam da gente porque a gente nunca vai desistir”, afirmou.

Nesta sexta, o Canadá começou melhor o jogo e acertou a trave em uma cobrança de falta logo aos 9 minutos, com Christine Sinclair.

Aos 25, após jogada rápida pelo lado esquerdo, Deanne Rose recebeu passe pelo meio e completou para o gol, sem chances para a goleiro Bárbara, abrindo o placar para o Canadá.

Quando tentou uma reação ao pressionar no início da segunda etapa, o Brasil tomou o segundo gol, marcado por Sinclair, aos 7 minutos.

Mesmo desordenado, o time brasileiro conseguiu diminuir aos 34 minutos da etapa final, quando Beatriz ajeitou dentro da área com a perna esquerda e girou bonito para fazer 2 x 1.

A reação, no entanto, parou por aí, e a seleção feminina terminou de forma frustrante a Rio 2016 após um começo esperançoso que provocou comparações com o time masculino e gritos da torcida de que “Marta é melhor do que Neymar”.

A seleção masculina, em contrapartida, disputará a medalha de ouro no sábado, contra a Alemanha, no Maracanã.

Por Tatiana Ramil, no Rio de Janeiro

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below