Itália vence Estados Unidos e buscará primeiro ouro olímpico no vôlei masculino

sexta-feira, 19 de agosto de 2016 17:41 BRT
 

Por Anthony Boadle

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A seleção masculina de vôlei da Itália pôs fim nesta sexta-feira à sequência de vitórias dos Estados Unidos para chegar à final do torneio de vôlei da Rio 2016, em busca da primeira medalha olímpica do país no esporte.

A Itália bateu os EUA em uma batalha de cinco sets, parciais de 30-28, 26-28, 9-25, 25-22 e 15-9, e enfrentará na final o vencedor do confronto entre a atual campeã olímpica, a Rússia, ou o atual detentor da medalha de prata, o Brasil.

Os norte-americanos, que tentavam a quarta medalha de ouro na modalidade, haviam perdido para a Itália em quatro sets na fase eliminatória e estavam quase eliminados quando conseguiram vencer o Brasil. Mas a sequência de quatro vitórias que iniciaram naquela ocasião acabou diante dos italianos.

Com cortadas imparáveis e aces no saque de Ivan Zaytsev, principal pontuador da equipe, os italianos conseguiram vencer um acirrado primeiro set.

Os Estados Unidos retomaram a liderança no segundo set, apesar de uma série de ataques de Osmany Juantorena, ex-jogador da seleção de Cuba e que agora atua pela Itália.

Os norte-americanos assumiram a liderança com uma sequência de 15 pontos na terceira parcial, com Matt Anderson e Micah Christenson brilhando. Mas a Itália se recuperou para garantir a vitória com aces de Zaytsev e Juantorena no quarto set e no tiebreak.

"Estávamos tão bem no terceiro set, mas então nossa energia deu uma caída no quarto e eles tiraram vantagem disso", disse Anderson a jornalistas.

O técnico dos EUA, John Speraw, que levou uma equipe jovem ao Rio com oito jogadores que nunca haviam disputado uma Olimpíada, disse que a Itália joga o melhor vôlei da Olimpíada e que seus comandados responderam bem ao desafio.   Continuação...

 
Jogadores dos EUA comemoram vitória sobre EUA na semifinal do vôlei masculino no Rio. 19/08/2016  REUTERS/Ricardo Moraes