Prefeita de Tóquio espera que atletas japonesas inspirem outras mulheres no Japão

sábado, 20 de agosto de 2016 18:46 BRT
 

Por Chris Gallagher

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Yuriko Koike, primeira mulher a ser prefeita de Tóquio, disse esperar que o bom desempenho das atletas japonesas nos Jogos Olímpicos do Rio sirva como inspiração para outras japonesas, a começar por suas colegas na política.

Até a manhã deste sábado, as japonesas haviam conquistado no Rio de Janeiro 12 medalhas de ouro para seu país, aproximando o Japão de sua meta de 14 medalhas de ouro, a dois dias do final da Olimpíada.

Em comparação com o mundo esportivo, disse Koike, o número de mulheres na política continua baixo no Japão, embora haja avanços.

“Hillary Clinton tem com frequência falado em um desfavorecimento das mulheres, mas no Japão é muito maior”, disse Koike a jornalistas neste sábado, um dia antes de ela receber a bandeira olímpica na cerimônia de encerramento dos Jogos Rio 2016, como a chefe do executivo da próxima cidade a sediar a Olimpíada.

“Junto com os atletas olímpicos, as japonesas na política também vão fazer jus ao desafio e prosperar para se tornar bons exemplos”, disse Koike, também ex-ministra do Meio Ambiente e da Defesa.

Koike, que assumiu o cargo neste mês, é uma das poucas mulheres a se destacarem nos corredores do poder no Japão, dominados por homens.

Tomomi Inada recentemente foi ministra da Defesa, enquanto Koike vai trabalhar com outra mulher, a nova ministra da Olimpíada, Tamayo Marukawa. As duas vão preparar Tóquio para os Jogos Olímpicos de 2020.

Koike também esteve no Rio junto os organizadores de Tóquio 2020 para estudar maneiras de fazer uma Olimpíada bem-sucedida.

Os altos custos são um problema para Tóquio, e Koike já ordenou que uma comissão especial reavalie os gastos. Um relatório parcial deve ser divulgado no próximo mês.

“Devemos ter a compreensão dos contribuintes de Tóquio, então estou acompanhando o que acontece em termos de eficiência de gastos com um grande grau de interesse”, disse Koike.

 
Prefeita de Tóquio sobe em palco para fazer discurso na capital do Japão
02/08/16 REUTERS/Kim Kyung-Hoon