Halterofilista mongol testa positivo para testosterona

domingo, 21 de agosto de 2016 16:15 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Um halterofilista da Mongólia foi desclassificado no dia final dos Jogos Olímpicos do Rio no que foi a última decisão da Corte Arbitral do Esporte antes do fim do evento, afirmou o tribunal máximo do esporte mundial neste domingo.

Chagnaadorj Usukhbayar, de 19 anos, e que competiu na categoria até 56kg, testou positivo para testosterona, se tornando o sétimo atleta a apresentar resultado positivo no exame antidoping na Olimpíada no Brasil.

"Ao todo, a Corte... lidou com sete casos de doping", disse a entidade em comunicado.

"Embora o escritório no Rio será fechado hoje, a divisão antidoping da Corte Arbitral do Esporte permanecerá ativa em Lausanne (...) para tratar de quaisquer solicitações do COI (Comitê Olímpico Internacional) em relação a testes positivos de doping realizados nos últimos dias dos Jogos Olímpicos de 2016."

Os Jogos do Rio se encerram neste domingo.

(Por Karolos Grohmann) 

 
Chagnaadorj Usukhbaya compete no levantamento de peso.  07/08/2016.  REUTERS/Stoyan Nenov