Amigo de Bruninho, Neymar prestigia ouro do vôlei masculino no Rio

domingo, 21 de agosto de 2016 18:44 BRT
 

Por Pedro Fonseca e Eduardo Simões

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Um dia depois de entrar para a história do futebol brasileiro com a inédita medalha olímpica de ouro, o atacante Neymar aproveitou o domingo no Rio de Janeiro para ir ao Maracanãzinho torcer para a seleção masculina de vôlei, que conquistou o tricampeonato olímpico ao bater a Itália por 3 sets a 0.

O astro do Barcelona, que horas depois da histórica conquista da véspera tatuou o logotipo dos Jogos Rio 2016 no pulso, apareceu no telão e falou brevemente com a torcida no intervalo do primeiro para o segundo set, sendo bastante aplaudido. Depois teve que posar para fotos com vários fãs que se aproximara.

Após a vitória sobre os italianos o capitão da seleção de vôlei, Bruninho, agradeceu pela torcida do amigo e revelou uma conversa que teve com Neymar, que, assim como o levantador, levou o ouro no Rio após ter de se contentar com a prata em Londres 2012.

"A gente tinha isso de certa forma engasgada, a prata de Londres, com toda pressão que o futebol brasileiro vive sempre. E é lógico que o jogador mais importante acaba sendo o mais visado sempre", disse Bruninho em entrevista coletiva.

"Foi uma redenção para ele, e ele falou que hoje viria para dar essa sorte para a gente. Ele sabia o quanto era importante pra mim também."

AJUDA DAS MULHERES

A campanha que deu ao vôlei masculino do Brasil a segunda medalha de ouro em Olimpíadas foi bastante parecida com a que deu às mulheres o título olímpico em Londres 2012. A final e o título vieram depois da quase eliminação precoce ainda na primeira fase.   Continuação...

 
Neymar na final do vôlei masculino no Maracanãzinho. REUTERS/Dominic Ebenbichler