Justiça do Rio diz que não há audiência marcada para ex-membro do COI preso por venda ilegal de ingressos

terça-feira, 23 de agosto de 2016 13:13 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Justiça do Rio de Janeiro informou nesta terça-feira que não há data para uma audiência para Patrick Hickey, ex-membro do Comitê Olímpico Internacional (COI) preso na semana passada por acusações de participação em esquema de venda ilegal de ingressos da Rio 2016.

O irlandês de 71 anos foi preso durante operação na semana passada no hotel de luxo em que estava com sua esposa e membros do COI.

Ele teve fiança negada por uma juíza brasileira e foi transferido para Bangu, complexo penitenciário no Rio.

Alguns relatos na imprensa apontaram anteriormente que Hickey iria se apresentar perante juíz na terça-feira, mas a Justiça do Rio informou que nenhuma audiência foi marcada.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

 
Foto de arquivo de Patrick Hickey (E), membro do Comitê Olímpico Internacional (COI), ao lado do presidente da entidade, Thomas Bach (D), em Frankfurt
20/05/2016 REUTERS/Kai Pfaffenbach/Files