Medalhista de ouro na Rio 2016 critica governo da Grécia após cerimônia especial

quinta-feira, 25 de agosto de 2016 18:45 BRT
 

Por Graham Wood

ATENAS, (Reuters) - A medalhista olímpica de tiro Anna Korakaki criticou o governo grego após perder a cerimônia especial desta quinta-feira em homenagem à equipe olímpica grega que participou da Rio 2016.

A atleta de 19 anos, que conquistou duas das seis medalhas gregas deste mês, um ouro na pistola 25m e um bronze na pistola de ar 10m, disse que não foi convidada para a cerimônia por conta de críticas recentes sobre apoio estatal a atletas.

"A verdade é que nunca fui convidada por ninguém e qualquer esforço tentando falsificar a verdade, para justificar o 'erro' injustificável, é triste e indigno", disse Korakaki em publicação em sua página no Facebook.

"O fato de que estou de férias é uma boa desculpa para aqueles que decidiram que eu não estaria lá... porque acredito que eles não esqueceram, e sim escolheram isto."

Anteriormente, o Comitê Olímpico Helênico (HOC) minimizou sugestões de que ela foi deliberadamente deixada de fora do evento.

"Não é um caso de atleta não ter sido convidada", disse um porta-voz do HOC. "Alguns atletas voltaram do Rio hoje. O Estado está planejando outro evento, no qual a equipe inteira pode estar presente".

 
Atleta grega Anna Korakaki posa com sua medalha de ouro 
09/08/2016 REUTERS/Edgard Garrido