Racismo e incidente na arquibancada ofuscam vitória do Estrela Vermelha na Sérvia

domingo, 28 de agosto de 2016 16:47 BRT
 

BELGRADO (Reuters) - A partida válida pelo Campeonato Sérvio entre o atual campeão Estrela Vermelha de Belgrado e o Novi Pazar foi manchada por um sério tumulto nas arquibancadas e um caso de racismo, com os árbitros tendo que interrompê-la por 20 minutos neste domingo.

A confusão começou no segundo tempo quando os torcedores do Novi Pazar começaram a atirar fogos de artifício e cadeiras que eles removiam do estádio em direção ao banco de reservas do Estrela Vermelha, isso depois que o atacante do Estrela Predrag Sikimic lesionou seriamente o goleiro do time da casa Mladen Zivkovic.

Enquanto isso os torcedores do time da casa também direcionaram cantos racistas ao meio-campista gabonês do Estrela Vermelha Guelor Kanga. A polícia entrou em ação para escoltar os visitantes durante a interrupção da partida, e o árbitro Milan Ilic levou-os até o túnel de acesso aos vestiários.

Sikimic foi expulso por um chute imprudente na cabeça de Zivkovic, e o goleiro de 27 anos teve que ser levado às pressas para um hospital com o osso da maçã do rosto fraturado.

O Estrela Vermelha, que ganhava por 2 a 0 quando os incidentes ocorreram, venceu por 4 a 1 para se manter na liderança do Campeonato Sérvio, com 19 pontos em sete jogos. São 16 equipes na disputa.

(Por Zoran Milosavljevic)