Brasil vence Equador na estreia de Tite com gols de Neymar e Gabriel Jesus

quinta-feira, 1 de setembro de 2016 20:33 BRT
 

(Reuters) - A seleção brasileira derrotou o Equador por 3 x 0, com gols de Neymar, de pênalti, e dois de Gabriel Jesus, nesta quinta-feira, em Quito, na estreia do técnico Tite.

Com o resultado, o Brasil foi a 12 pontos e melhora sua posição nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. O time estava em sexto lugar, fora da zona de classificação para o Mundial, e aguarda os outros jogos da rodada para saber como ficará a tabela, até então liderada pelo Uruguai, com 13 pontos.

O time brasileiro fez uma boa partida no Estádio Olímpico Atahualpa, com boa movimentação do meio-campo e ataque, e marcou todos os gols no segundo tempo, com participação decisiva do atacante Gabriel Jesus, que sofreu o pênalti e marcou dois belos gols no final do confronto.

O Brasil começou o jogo no ataque e teve chutes de Gabriel Jesus e Willian com menos de 5 minutos que foram para fora.

Depois disso, o Equador ocupou mais o campo de ataque, enquanto os brasileiros procuravam sair rápido em contra-ataques, em uma partida equilibrada no primeiro tempo, sem chances muito claras para ambos os times.

No segundo tempo, Renato Augusto teve boa oportunidade aos 18 minutos ao receber passe de Neymar pelo lado direito, mas chutou para fora. Logo depois, em outra jogada de Neymar, Marcelo finalizou da entrada da área a também errou o alvo.

Aos 27 minutos Neymar abriu o placar em cobrança de pênalti, sofrido por Gabriel Jesus.

Pouco depois a partida ficou mais fácil para a seleção com a expulsão de Paredes, que recebeu o segundo amarelo por falta em Renato Augusto.

Bolaños teve a melhor chance equatoriana para o empate, mas seu chute foi bem defendido pelo goleiro Alisson.

Aos 42 minutos, Gabriel Jesus ampliou para o Brasil ao completar de calcanhar passe de Marcelo, e nos acréscimos o jogador, que trocará o Palmeiras pelo Manchester City no fim do ano, acertou um belo chute da entrada da área para fechar o marcador.

(Por Tatiana Ramil, em São Paulo)

 
Gabriel Jesus comemora gol do Brasil contra o Equador. 01/09/16.  REUTERS/Guillermo Granja