Presidente da Federação francesa indica possível retorno de Benzema

domingo, 4 de setembro de 2016 14:53 BRT
 

(Reuters) - O presidente da Federação Francesa de Futebol (FFF) indicou neste domingo que o atacante Karim Benzema pode voltar a defender a seleção nacional quando os procedimentos legais contra ele por suposta chantagem estiverem encerrados.

    Em dezembro de 2015, o atacante foi suspenso pela FFF ao ser investigado por um juiz devido a uma suposta trama para chantagear o colega de seleção Mathieu Valbuena por conta de um vídeo íntimo. O centroavante nega as acusações.

    Por conta do episódio, Benzema não disputou a Eurocopa em casa entre junho e julho.

    O presidente da FFF, Noel Le Graet, disse que o atacante estará disponível para convocação, mas que a decisão final será do treinador, Didier Deschamps.

    "Sou contra punições perpétuas. O Benzema precisa passar pelos tribunais. Não tomaremos quaisquer riscos", disse o dirigente ao jornal L’Equipe deste domingo. "Ele já perdeu a Euro. Isso já é punição."

    "O tema ainda não foi discutido, mas ele está disponível para convocação", acrescentou. "No dia em que a Justiça for feita, apenas aí o Didier decidirá se deve integrá-lo ou não".

    Ainda não há data para o julgamento do atacante.

    Benzema ainda não entrou em campo pelo Real Madrid na atual temporada do Campeonato Espanhol, pois se recupera de uma contusão no quadril.

    Desde a Eurocopa, ele já perdeu a vitória da França por 3 a 1 sobre a Itália em um amistoso e também não entrará em campo na partida contra Belarus pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, na terça-feira.

    O jogador de 28 anos é o oitavo maior artilheiro da seleção, com 27 gols em 81 partidas.    (Reportagem de Ed Dove)