Ecclestone pode permanecer na F-1 mesmo se categoria for vendida

domingo, 4 de setembro de 2016 17:55 BRT
 

Por Alan Baldwin

MONZA, Itália (Reuters) - A compra da Fórmula 1 pela Liberty Media, tida como iminente, pode ser boa notícia para o esporte, mas Bernie Ecclestone deve permanecer no comando por algum tempo, disseram neste domingo fontes do paddock.

    A revista alemã Auto Motor Und Sport informou que a primeira das duas parcelas do pagamento em um acordo de 8,5 bilhões de dólares deve ser paga na terça-feira. A Liberty Media se negou a comentar.

    Ecclestone disse à revista que seu futuro papel na categoria caberá a ele decidir.

    Eddie Jordan, ex-chefe de equipe da F1, afirmou que o acordo pode afastar Ecclestone, mas muitos duvidam de uma saída rápida.

    "Há muita especulação. Eu sinceramente espero que essa não seja a última corrida de Bernie e não acredito que será", afirmou o chefão da Red Bull, Christian Horner.

    "Seria um acordo muito animador para a Fórmula 1 sem acontecer, mas para um novo grupo chegar sem ele por aqui seria muito difícil também. Então acho que ele estará por perto por um bom tempo."

    Ecclestone afirmou antes da prova deste domingo que "honestamente, sinceramente" não sabia se a Liberty estava comprando os direitos do esporte e que não tinha nada a dizer.