Nadador Ryan Lochte é suspenso por 10 meses por escândalo nos Jogos do Rio, diz mídia

quarta-feira, 7 de setembro de 2016 20:55 BRT
 

(Reuters) - O nadador norte-americano Ryan Lochte foi suspenso por 10 meses, informou a mídia dos Estados Unidos nesta quarta-feira, após um escândalo envolvendo o atleta olímpico e três outros nadadores nos Jogos do Rio.

A suspensão foi proferida pelo Comitê Olímpico dos EUA e a federação de natação do país, disse o USA Today, citando uma fonte não identificada. O site de celebridades TMZ também divulgou a suspensão, citando fontes não identificadas.

A Reuters não pôde confirmar de forma independente as reportagens. O Comitê Olímpico dos EUA e a federação de natação não responderam imediatamente a pedidos por comentários.

Lochte, de 32 anos, perdeu quatro de seus principais patrocinadores depois de admitir que "exagerou" ao comentar um suposto roubo com os outros três nadadores durante os Jogos Olímpicos do Rio.

(Reportagem de Eric M. Johnson em Seattle e Mark Lamport-Stokes em Los Angeles)