Guardiola vence 1º duelo inglês contra Mourinho com destaque para De Bruyne na vitória do City

sábado, 10 de setembro de 2016 14:46 BRT
 

(Reuters) - Pep Guardiola venceu o primeiro duelo inglês contra José Mourinho neste sábado quando o Manchester City venceu um envolvente derby por 2 x 1 no Old Trafford, casa do Manchester United.

Kevin de Bruyne, que nunca foi valorizado por Mourinho quando os dois estavam no Chelsea, foi fundamental na vitória que garantiu o aproveitamento de 100 por cento para o City até agora no campeonato, marcando o primeiro gol e fazendo a jogada do segundo, convertido por Kelechi Iheanacho.

Com o placar desfavorável, Zlatan Ibrahimovic trouxe o United de novo para o jogo no final do primeiro tempo após uma falha do novo goleiro do City Claudio Bravo.

O erro em uma estreia nada convincente deixou os donos da casa mais confiantes para o segundo tempo, com Ibrahimovic tendo um gol anulado por impedimento antes que o melhor homem em campo, Kevin de Bruyne, acertasse a trave.

Mourinho, cujo cordial abraço em Guardiola no início da partida foi muito mais quente que a recepção que o Old Trafford deu ao novo treinador do City, saiu de campo frustrado, dizendo que o árbitro Mark Clattenburg deveria ter marcado dois pênaltis para o United.

Após muita empolgação em Manchester nos últimos meses com a chegada dos dois grandes treinadores à cidade, foi o time de Guardiola que inicialmente teve controle do jogo, que vinha sendo alardeado como uma partida que o mundo todo assistiria. 

Durante grande parte do primeiro tempo, o estilo de passes rápidos e habilidosos e grande movimentação do City trazia à tona lembranças do velho Barcelona de Guardiola, que já chegou a colocar o Real Madrid de Mourinho na roda. 

Ainda assim, o primeiro gol veio de um jeito nada "Guardiolesco", com Aleksandar Kolarov dando um passe longo que Iheanacho desviou e De Bruyne, em grande tarde, ganhou de Daley Blind para marcar, aos 15 minutos de jogo.

Iheanacho, substituindo à altura o suspenso Sergio Aguero no ataque, reforçou o domínio do City ao pegar rebote em chute de De Bruyne aos 36 para fazer 2 x 0.    Continuação...