Cristiano Ronaldo vai jogar os 90 minutos contra Sporting, diz Zidane

terça-feira, 13 de setembro de 2016 12:00 BRT
 

Por Richard Martin

BARCELONA (Reuters) - Cristiano Ronaldo irá jogar os 90 minutos da partida do Real Madrid contra o Sporting de Lisboa, seu time de infância, na quarta-feira pela Liga dos Campeões, após ter se recuperado de uma lesão, anunciou nesta terça-feira o técnico Zinedine Zidane.

A primeira atuação de Ronaldo desde que lesionou o joelho na final de Euro 2016 foi abreviada por uma substituição aos 25 minutos do segundo tempo da vitória de 5 x 2 sobre o Osasuna, no sábado, quando o português abriu o placar.

Sua relutância para descansar tem causado preocupação a Zidane, que viu seu astro se machucar na etapa final da última temporada depois de disputar 34 jogos consecutivos do Campeonato Espanhol sem ser substituído e 10 partidas seguidas na Liga dos Campeões.

Ronaldo, então, foi obrigado a perder confrontos cruciais da Liga Espanhola e a partida de ida da semifinal da Champions contra o Manchester City devido a uma lesão.

Mesmos depois de se recuperar, ele esteve longe de sua melhor forma nos jogos finais da campanha, embora tenha convertido a cobrança decisiva da disputa de pênaltis da final da Liga dos Campeões.

Ronaldo enfrentou mais problemas físicos na Euro 2016 e foi forçado a abandonar a final ainda no primeiro tempo por culpa de uma lesão no joelho que o manteve no banco no início desta temporada.

Na semana passada, o jornal esportivo Marca noticiou que o plano de Zidane era voltar a usar Ronaldo gradualmente, indicando que ele iria jogar 70 minutos contra o Sporting, mas agora o treinador diz que a intenção é que Ronaldo jogue a partida inteira.

"A ideia é que ele jogue 90 minutos. Tento conversar com Cristiano sobre outras coisas além de minutos, porque se você perguntar ele sempre quer jogar 90 minutos", disse Zidane em entrevista coletiva nesta terça-feira.

"Sempre estou pensando nos dois meses que ele passou fora, porque esse é um tempo longo para um jogador... (mas) ele está pronto, vamos ver o que acontece".    

 
Cristiano Ronaldo e Mateo Kovacic durante treino do Real Madrid. 13/09/2016 REUTERS/Susana Vera