Chefe da associação de futebol da Alemanha critica Beckenbauer por pagamentos de patrocinadores

quarta-feira, 14 de setembro de 2016 13:40 BRT
 

Por Karolos Grohmann

ATENAS (Reuters) - O presidente da Associação de Futebol da Alemanha (DFB), Reinhard Grindel, criticou Franz Beckenbauer nesta quarta-feira pelo pagamento feito por um patrocinador da Copa do Mundo de 2006, na Alemanha, para o ex-jogador.

Beckenbauer, que liderou o comitê organizador da Copa do Mundo de 2006 e que disse ter feito o trabalho como voluntário, recebeu 5,5 milhões de euros de um acordo envolvendo a patrocinadora do evento Oddset.

Ele não foi pago pela companhia de apostas Oddset, mas pela DFB.

"Sabe-se que Franz Beckenbauer esteve ativo em propagandas para a Oddset durante a Copa do Mundo de 2006. Não era do nosso conhecimento que ele recebeu a notável quantia de 5,5 milhões de euros pelo comitê organizador", disse Grindel a repórteres.

"Com esse histórico, ninguém pode dizer que suas atividades no comitê organizador eram como voluntário", disse Grindel, falando nos bastidores de encontro da Uefa na capital grega.

Beckenbauer, que também enfrenta uma investigação criminal pelo direito da Alemanha em sediar a Copa do Mundo, não estava disponível para comentários.

Seus advogados disseram em um comunicado que a DFB sabia do contrato e não havia nada escondido e Beckenbauer seria pago em porcentagens das vendas de um contrato que ele entregou à DFB.

O ex-jogador apareceu em propagandas da Oddset durante o torneio, mas sempre insistiu que seu trabalho para o comitê organizador não era remunerado.

Grindel assumiu em abril após a renúncia de Wolfgang Niersbach no ano passado por outro escândalo envolvendo a Copa do Mundo de 2006.

 
Franz Beckenbauer durante evento da Copa do Mundo de 2006.  18/4/2006.      REUTERS/Tobias Schwarz