Vencer Grand Slams não é mais minha prioridade, diz Djokovic

sexta-feira, 30 de setembro de 2016 16:23 BRT
 

Por Zoran Milosavljevic

BELGRADO (Reuters) - Novak Djokovic não vê mais a conquista de títulos de Grand Slam ou permanecer no topo do ranking masculino da Associação de Tenistas Profissionais (ATP) como uma prioridade em sua carreira, disse o sérvio e número um do mundo nesta sexta-feira.

"Não quero mais pensar em conquistar títulos e ser o número um para evitar colocar pressão em mim mesmo", afirmou Djokovic, vencedor de 12 grandes torneios, aos repórteres.

    "Coloquei muita pressão em mim mesmo depois de vencer Roland Garros este ano, e não gostei", acrescentou o tenista de 29 anos.

"Sempre curti o tênis e valorizei o esporte fora dos torneios também, mas nos últimos meses toda a conversa sobre fazer história criou pressão demais".

"Isso não significa que não quero mais contribuir para o esporte, mas tampouco quero continuar jogando só para ganhar títulos", completou.

Djokovic, que foi implacável na conquista dos Abertos da Austrália e da França na primeira metade da temporada, decaiu muito no quesito físico desde então, e desistir de disputar o Aberto da China da semana que vem devido a uma contusão no cotovelo.

    Ele perdeu a terceira rodada de Wimbledon para o norte-americano Sam Querrey e foi eliminado da Olimpíada do Rio de Janeiro de 2016 pelo argentino Juan Martin del Potro em seu jogo de estreia.

 
Djokovic durante o Aberto dos EUA.  11/9/2016.  Reuters/Robert Deutsch-USA TODAY Sports