Presidente da Fifa sugere que Copa do Mundo tenha 48 seleções

segunda-feira, 3 de outubro de 2016 18:44 BRT
 

BOGOTÁ (Reuters) - O presidente da Fifa, Gianni Infantino, cujas promessas na eleição incluíam expandir a fase final da Copa do Mundo para 40 países, propôs nesta segunda-feira um torneio ainda maior, envolvendo 48 seleções.

No entanto, ele sugeriu que 16 destas equipes fossem eliminadas após uma partida mata-mata e os restantes do torneio seria jogado, como atualmente, em uma fase com 32 times, seguida por outra fase mata-mata.

Infantino, falando durante um evento na Universidade Sergio Arboleda, de Bogotá, disse que a decisão final seria tomada pelo conselho da Fifa em janeiro, noticiou a mídia colombiana. Um porta-voz da Fifa confirmou que as notícias eram verdadeiras.

"Estas são ideias para encontrar a melhor solução, nós iremos debatê-las este mês e decidiremos tudo até 2017", teria dito Infantino. "Elas são ideias que colocamos adiante para ver qual é a melhor".

(Texto por Brian Homewood)

 
Presidente da Fifa, Gianni Infantino, durante encontro mundial sobre ética e liderança no esporte em Zurique
16/09/2016 REUTERS/Ruben Sprich