Novo filme explora rivalidade dos lendários tenistas Borg e McEnroe

quarta-feira, 5 de outubro de 2016 14:27 BRT
 

(Reuters) - A rivalidade acirrada entre o sueco Bjorn Borg e o norte-americano John McEnroe é a essência de um novo filme sobre as famosas disputas entre os dois tenistas lendários dentro e fora das quadras.

"Borg/McEnroe", que traz o ator sueco Sverrir Gudnason como Borg e o norte-americano Shia LaBeouf no papel de McEnroe, acompanha a disputa dos dois esportistas na final do torneio de Wimbledon de 1980, considerada uma das melhores partidas de tênis de todos os tempos.

Foram seus estilos diferentes de jogo, assim como seus temperamentos, o que tornou seu antagonismo mais intenso aos olhos dos espectadores.

Borg, então com 24 anos, era descolado, calmo e centrado, enquanto McEnroe, à época com 21 anos, era visto como o bad boy do tênis devido à sua índole explosiva, que às vezes o levava a discutir asperamente com os árbitros.

"Acho que é uma história sobre duas pessoas que eram vistas como opostas, mas que tinham mais em comum do que a maioria das pessoas sabe e uma amizade que se desenvolveu a partir daquele confronto", disse o diretor dinamarquês Janus Metz Pedersen a repórteres em uma coletiva de imprensa realizada na Suécia, na terça-feira.

Gudnason acrescentou: "Eles se tornaram muito amigos mais tarde, e acho que tem muito a ver com entenderem um ao outro. Eles fizeram a mesma jornada".

O filme, que está sendo feito na Suécia e deve estrear na Europa no segundo semestre de 2017, também contará com o veterano ator sueco Stellan Skarsgard no papel do treinador de Borg, Lennart Bergelin.

LaBeouf disse estar "bastante confiante" com o filme e esperar que McEnroe seja um dos primeiros a assisti-lo.

"Estou empolgado em lhe mostrar o filme, e tenho certeza de que ele irá vê-lo antes de todo mundo", afirmou. "Amamos John do lado de cá, você entende. Está sendo muito convidativo do nosso campo para o dele e vamos entrar em contato em algum momento, e tenho certeza de que ele irá gostar do que fizemos".   Continuação...

 
Ator Shia LaBeouf durante o 69º Festival de Cinema de Cannes, na França
15/05/2016 REUTERS/Yves Herman