Saltador canadense testa positivo para cocaína antes da Rio 2016

quinta-feira, 6 de outubro de 2016 16:13 BRT
 

TORONTO (Reuters) - O canadense campeão mundial de salto com vara Shawn Barber esteve nos Jogos Rio 2016 apesar de ter testado positivo anteriormente para cocaína, mas a decisão de permiti-lo competir foi a certa, informou a federação de atletismo do Canadá nesta quinta-feira.

A decisão do Centro de Resolução de Disputas Esportivas do Canadá foi divulgada nesta quinta-feira e informou que Barber usou inadvertidamente a substância banida durante um encontro sexual na noite anterior às provas de classificação canadenses em julho com uma mulher que havia consumido cocaína.

Barber enfrentava um banimento de quatro anos, mas o Centro Canadense para Éticas no Esporte decidiu que o ato não configura infração à regra antidoping.

"A descoberta positiva deste caso foi a de não haver culpa do atleta", informou a federação de atletismo do Canadá em comunicado. "Estamos agradecidos que os procedimentos devidos reconheceram a presença de uma substância proibida, mas também em garantir progresso ao atleta em chegar a uma decisão justa e sensata."

Embora Barber tenha sido autorizado a competir na Rio 2016, em agosto, onde terminou em 10°, ele teve seu título de campeão canadense do salto com vara em 2016 retirado por ter usado uma substância banida.

(Reportagem de Steve Keating)

 
Shawn Barber em competição da Liga Diamante 2015 em Londres.  25/7/15. Reuters / Phil Noble