Comitê Olímpico da Itália retira candidatura de Roma para sediar Jogos de 2024

terça-feira, 11 de outubro de 2016 09:59 BRT
 

ROMA (Reuters) - O Comitê Olímpico da Itália retirou oficialmente a candidatura de Roma para sediar os Jogos de 2024 depois que o conselho da cidade se opôs ao projeto em uma votação, informou o presidente do comitê, Giovanni Malago, nesta terça-feira.

"Hoje escrevi uma carta ao Comitê Olímpico Internacional (COI) na qual retiramos nossa candidatura para os Jogos Olímpicos de 2024", disse Malago a repórteres, acabando com a especulação de que poderia tentar levar a iniciativa adiante de qualquer maneira.

    No mês passado, a prefeita de Roma, Virginia Raggi, anunciou que não iria apoiar os esforços de Malago para realizar o evento esportivo, dizendo que sediar a Olimpíada iria deixar a capital italiana enterrada em dívidas e toneladas de cimento.

    O partido anti-establishment de Raggi, o Movimento 5 Estrelas, obteve uma vitória esmagadora na eleição de Roma em junho e vem insistindo em sua oposição aos Jogos, argumentando que a cidade caótica tem problemas mais prementes.

    Mas o governo do primeiro-ministro italiano, Matteo Renzi, endossou a candidatura com firmeza, e a mais abrangente municipalidade de Roma, que inclui uma gama de conselhos de pequenas cidades, indicou que estava disposta a dar seu nome ao projeto na tentativa de contornar o veto do Movimento 5 Estrelas.

    Mas Malago, que se reuniu com autoridades olímpicas na semana passada, convocou uma coletiva de imprensa nesta terça-feira para deixar claro que não há como prosseguir.

    Em consequência de seu anúncio, só Paris, Los Angeles e Budapeste continuam na disputa para sediar os Jogos Olímpicos de 2024.

    (Por Massimiliano Di Giorgio)

 
Presidente do Comitê Olímpico da Itália, Giovanni Malago, durante evento em Roma.    11/10/2016          REUTERS/Tony Gentile