Pilotos de F1 também precisam de técnico, diz Jackie Stewart

terça-feira, 1 de julho de 2008 17:11 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - As equipes de Fórmula 1 deveriam aprender com outros esportes e utilizar treinadores para ajudar os pilotos a tirarem o máximo de sua capacidade, disse nesta terça-feira o tricampeão mundial Jackie Stewart.

"Uma das fraquezas que temos no nosso esporte, na minha opinião, é a falta de treinamento... este é o único esporte que eu acho que não tem técnicos", disse o escocês a jornalistas.

"Com certeza isso faz diferença... você tem treinadores no futebol, rúgbi, críquete, golfe. Tiger Woods não caminha 10 metros sem seu treinador", disse ele, durante café da manhã com a RBS, patrocinadora da Williams.

"Mas os pilotos acham que não precisam de nenhuma ajuda. E quando você sugere que eles poderiam se beneficiar disso, há uma resistência. Eu não entendo isso", acrescentou.

O piloto Lewis Hamilton, da McLaren, é a maior promessa britânica na Fórmula 1 desde que Damon Hill conquistou o título com a Williams em 1996.

Entretanto, o piloto de 23 anos não marcou pontos nas últimas duas corridas, após ter cometido erros em Canadá e França, que lhe custaram a liderança do campeonato.

Hamilton, o primeiro piloto negro da F1, disse ao jornal Daily Mail na segunda-feira que não via motivos para pedir conselhos a antigos pilotos.

"Estou numa posição única", disse Hamilton. "Ninguém já sentiu exatamente as mesmas coisas que eu sinto. A única pessoa que eu realmente busco conselhos é o meu pai."

"Quando eu falo com Damon ou Jackie eu ouço o que eles falam, mas eu não vou procurá-los para perguntar como eu posso ser campeão mundial. Quero fazer por minha conta. Eu cheguei onde estou por minha própria conta, com minha família."