Real Madrid concorda em vender Robinho ao Manchester City

segunda-feira, 1 de setembro de 2008 19:53 BRT
 

MADRI (Reuters) - O Real Madrid concordou em vender o atacante Robinho para o Manchester City, disse o presidente do clube espanhol, Ramon Calderon, nesta segunda-feira.

"Concordamos em vender o jogador por razões pessoais e por razões futebolísticas e por uma quantidade importante de dinheiro", afirmou Calderon à emissora de televisão espanhola VEO.

"Após consultar a comissão técnica, decidimos que era a melhor decisão para o grupo e para o clube. O fato de o jogador ter aceitado a oferta do City prova que ele não está se transferindo por razões esportivas."

"Não é política do Real vender jogadores mas achamos que foi o melhor a fazer", acrescentou o presidente.

A mídia espanhola informou que o Real vendeu o atleta de 24 anos ao City por 40 milhões de euros depois que eles cobriram a oferta do Chelsea antes do prazo final de transferências.

Robinho deixou claro que queria deixar o Real, infeliz com a decisão do clube de envolvê-lo numa fracassada negociação com Cristiano Ronaldo, do Manchester United. O técnico Bernd Schuster deixou o brasileiro fora do time nos últimos dois jogos do Real.

O alemão insistia que gostaria que o jogador ficasse, especialmente após o Real não conseguir contratar David Villa, do Valencia, e Santi Cazorla, do Villarreal, na semana passada, alegando que poderia recuperar o atacante.

Mas Robinho fez outro apelo, no domingo, para ser negociado.

"Schuster pensava, até ontem, que poderia recuperar o moral do jogador mas não foi assim. Robinho foi mal aconselhado", declarou Calderon.