Título de Hamilton seria manchado, diz presidente da Ferrari

terça-feira, 2 de outubro de 2007 10:02 BRT
 

XANGAI (Reuters) - Lewis Hamilton terá de agradecer à Ferrari se for campeão da Fórmula 1 no próximo GP da China, neste fim de semana, disse o presidente da escuderia italiana, Luca de Montezemolo.

"Ainda acho que no assunto da espionagem foi um grande erro não desclassificar também os pilotos da McLaren", afirmou ele depois do GP do Japão no domingo, segundo o site da Gazzetta dello Sport.

"Isso significa que se Hamilton vencer o campeonato, ele também vai vencer graças à Ferrari, porque há muito da Ferrari em seu carro."

Por ter em sua posse informações técnicas da Ferrari, a McLaren foi multada em 100 milhões dólares e perdeu todos os pontos conquistados no mundial de construtores desta temporada, de acordo com uma decisão da Federação Internacional do Automobilismo (FIA), no mês passado.

No entanto, os pilotos escaparam das punições porque a FIA concedeu uma anistia a eles em troca do fornecimento de provas.

(Por Alan Baldwin)

 
<p>O piloto da McLaren Lewis Hamilton no p&oacute;dio ap&oacute;s vencer o GP do Jap&atilde;o em Oyama, dia 30 de setembro. Lewis Hamilton ter&aacute; de agradecer &agrave; Ferrari se for campe&atilde;o da F&oacute;rmula 1 no pr&oacute;ximo GP da China, neste fim de semana, disse o presidente da escuderia italiana, Luca de Montezemolo. Photo by Kim Kyung-Hoon</p>