ENTREVISTA-Para Schumacher, sucesso da BMW não vai durar

quarta-feira, 2 de abril de 2008 18:24 BRT
 

Por Darren Ennis

BRUXELAS (Reuters) - A BMW-Sauber não conseguirá manter o bom início de temporada por muito tempo e lutar com Ferrari ou McLaren pelo título de Construtores da temporada, disse o heptacampeão mundial Michael Schumacher nesta quarta-feira.

A equipe alemã --que tem dois segundos lugares consecutivos na temporada-- está surpreendentemente em segundo lugar no Mundial de Construtores, após os dois primeiros grandes prêmios do ano.

"A BMW terá alguns pontos altos aqui ou ali, talvez mais do que a gente pense. Mas calculando todas as coisas, eu acredito que não, eles não conseguiram manter isso durante toda a temporada", disse Schumacher à Reuters em entrevista em Bruxelas, na Bélgica.

"Acredito que essa é uma luta direta entre Ferrari e McLaren", disse ele. "Não haverá outra equipe lutando realisticamente até o final do campeonato."

A Ferrari conquistou o Mundial de Construtores no ano passado, após a McLaren ter sido excluída da disputa por seu envolvimento no escândalo de espionagem da rival.

Schumacher disse que não vê os pilotos da BMW Nick Heidfeld e Robert Kubica como concorrentes ao títulos de Pilotos, mas fez elogios ao compatriota alemão Sebastian Vettel, apesar dos dois abandonos pela equipe Toro Rosso por enquanto.

"Acho que meu companheiro alemão Sebastian Vettel particularmente será uma surpresa maior nesta temporada", disse Schumacher.

"Ele está indo muito bem apesar dos resultados. Ele foi muito bem em Austrália e Malásia, até abandonar. A esse respeito, eu acho que ele será a surpresa da temporada."

(Reportagem adicional de Jordan Witt)