Chile atacará o Brasil para fazer frente ao rival, diz técnico

terça-feira, 2 de setembro de 2008 18:41 BRT
 

SANTIAGO (Reuters) - O técnico da seleção chilena de futebol, Marcelo Bielsa, disse nesta terça-feira que sua equipe deve atacar o Brasil para fazer frente ao poderio da seleção pentacampeã mundial na partida de domingo pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010.

Bielsa reconheceu que se aumentar o volume ofensivo, a equipe não irá repetir as últimas derrotas para o Brasil, nas quais os chilenos sofreram 18 gols em quatro partidas.

O treinador argentino afirmou que estuda mudar o esquema que utilizou nos últimos jogos da seleção, colocando dois homens no ataque, mas sem descuidar do setor ofensivo.

"Definitivamente o critério é o mesmo, tentar defender com um atacante a mais que a quantidade de atacantes que o rival dispõe", disse Bielsa a jornalistas em entrevista coletiva.

"Quanto à parte criativa veremos durante a semana se é necessário que dois jogadores se encarreguem da criação de jogadas", acrescentou.

No meio-campo, o técnico poderá contar com o meia Jorge Valdívia, que volta de uma suspensão de 10 partidas por indisciplina. Para a posição, o treinador já possui os jogadores Matías Fernandez e Pedro Morales.

As eliminatórias sul-americanas são lideradas pelo Paraguai, que tem 13 pontos, e é seguido pela Argentina com 11. Atrás estão Colômbia e Chile, com 10 pontos cada.

O Brasil está em quinto, com nove pontos, e é um rival sobre o qual Bielsa não deseja se resguardar defensivamente, apesar da qualidade de seus jogadores.

"Se alguém cede a posse de bola a um rival como o Brasil, ele melhora como equipe. Se atacarmos, nós os obrigamos a fazer não o que fazem de melhor ou pior, mas o que menos gostam, que é recuperar a bola", garantiu Bielsa.

"Estes são os riscos que eu prefiro correr a deixar que a bola fique muito tempo com quem sabe o que fazer com ela", acrescentou.

Bielsa também não descartou a inclusão do atacante Mark Gonzalez entre seus escolhidos para a partida. Gonzalez sofre de uma lesão no joelho esquerdo, que já lhe impediu de estrear com o Bétis na campeonato espanhol no fim de semana.