Sul-coreano Choi, campeão mundial de boxe, morre após luta

quinta-feira, 3 de janeiro de 2008 09:59 BRST
 

SEUL (Reuters) - O boxeador sul-coreano Choi Yo-sam, que sofreu uma hemorragia cerebral durante decisão do título mundial na semana passada, morreu nesta quinta-feira após o desligamento dos aparelhos que o mantinham vivo, informou um funcionário do hospital.

"Os órgãos de Choi, incluindo seu coração, foram doados a seis pessoas", disse o porta-voz do Centro Médico Asan, hospital de Seul onde o lutador estava internado desde que entrou em coma após a luta em 25 de dezembro.

Choi, de 33 anos, manteve o título mundial da categoria mosca da Organização Mundial de Boxe (OMB) ao derrotar Heri Amol por decisão unânime dos juizes, mas o desafiante indonésio dominou o 12o round e mandou Choi à lona com um direto no queixo.

Choi manteve-se de pé, mas desmaiou pouco após a luta e foi retirado do ginásio de maca. Ele teve a morte cerebral declarada na quarta-feira.

A morte de Choi relembra a decisão do título mundial dos pesos leve de 1982, em Las Vegas, entre o norte-americano Ray "Boom Boom" Mancini e o sul-coreano Kim Duk-koo, que morreu devido aos ferimentos sofridos na luta.

(Reportagem de Mee Hyoe Koo)

 
<p>Um retrato do pugilista Choi Yo-sam &eacute; colocado no hospital de Seoul. Choi Yo-sam sofreu uma hemorragia cerebral durante decis&atilde;o do t&iacute;tulo mundial na semana passada e morreu nesta quinta-feira ap&oacute;s o desligamento dos aparelhos que o mantinham vivo, informou um funcion&aacute;rio do hospital. Photo by Newsis</p>