Dunga fica satisfeito com treino tático do Brasil

quarta-feira, 3 de setembro de 2008 21:08 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A seleção brasileira realizou nesta quarta-feira um treino tático e foi aprovada pelo técnico Dunga. O atacante Robinho, que chegou a Teresópolis (RJ) de helicóptero, não participou da movimentação.

Os jogadores foram divididos em três grupos, que se enfrentavam em partidas em metade do campo.

"É um treino em que um dos objetivos é aprimorar a rapidez do contra-ataque, e que obriga também todos os jogadores, independentemente da posição, a atacar e defender", disse Dunga, segundo o site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Robinho se apresentou à seleção com um dia de atraso e trabalhou com o preparador físico Paulo Paixão.

Já o zagueiro Juan não participou do treino por causa de fadiga muscular. O jogador realizou uma ressonância magnética, que não constatou lesão.

"O Juan se queixou de dor no músculo adutor da coxa direita de manhã e não treinou à tarde. Vamos observar com calma a evolução do tratamento", disse o médico da seleção Rodrigo Lasmar.

O Brasil, em quinto lugar nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2010, enfrentará o Chile no domingo, em Santiago, e a Bolívia na quarta-feira, no Rio de Janeiro, pressionado por bons resultados.

O goleiro Júlio César disse que é melhor quando o rival ataca o Brasil.

"Quando a seleção pega um time retrancado, fica com dificuldade de encontrar os espaços. Jogando de igual para igual, o Brasil tem bons jogadores e pode conseguir criar boas jogadas", afirmou Júlio César.

A seleção deve ter no ataque Ronaldinho Gaúcho, Luis Fabiano e Robinho, este último recém-contratado pelo Manchester City e mais "aliviado", segundo o amigo e ex-companheiro de Santos Diego.

"Depois de ter terminado essa novela (da transferência) sem dúvida ele está mais concentrado e mais tranquilo. Era uma situação complicada: não saber qual seria o seu futuro", declarou o meio do Werder Bremen.