Lewis Hamilton sofre com racismo na Espanha

domingo, 3 de fevereiro de 2008 12:45 BRST
 

MADRI (Reuters) - O piloto britânico Lewis Hamilton sofreu com o racismo de torcedores espanhóis durante testes no circuito de Montmelo, em Barcelona, informou a imprensa local neste domingo.

Repórteres de vários jornais disseram que o piloto da McLaren foi vaiado e insultado cada vez que seguia para os boxes no sábado.

O correspondente do diário espanhol Marca disse que se ouviam claramente gritos de "negro p..." e "negro de m..." e que grande parte da platéia esteve envolvida.

"Não é certa a maneira como o estão tratando", teria dito Indy Lall, chefe da equipe de testes da McLaren.

O jornal Marca afirmou que o diretor do circuito solicitou a colocação de cercas em torno do paddock da McLaren e ordenou a remoção de faixas que foram colocadas do lado oposto da base de operações da equipe.

O diário La Vanguardia também disse que o diretor do circuito lembrou aos torcedores de suas obrigações no local do evento.

"Gostaríamos der fazer um apelo aos torcedores para se portarem corretamente, nenhum comportamento ofensivo vai ser tolerado", disse Ramon Pradera, diretor do circuito, segundo o jornal.

Hamilton, vice-campeão no ano passado, se tornou uma figura odiada na Espanha por causa de sua rivalidade com Fernando Alonso, ex-companheiro de equipe e hoje na Renault.

"A McLaren corre e testa em circuitos espanhóis há muito anos e todos aqueles ligados à equipe vêem a Espanha e os espanhóis com grande afeto, incluindo Lewis", declarou o porta-voz da escuderia.

Incidentes racistas têm assolado os esportes na Espanha, em especial o futebol, nos últimos anos.

 
<p>O piloto brit&acirc;nico Lewis Hamilton sofreu com o racismo de torcedores espanh&oacute;is durante testes no circuito de Montmelo, em Barcelona, informou a imprensa local neste domingo. Na foto Hamilton treina em Montmelo, 3 de fevereiro. Photo by Albert Gea</p>