Pelé critica decisão da Fifa de autorizar jogos na altitude

quarta-feira, 4 de junho de 2008 17:56 BRT
 

SANTIAGO (Reuters) - Durante visita ao Chile, Pelé afirmou nesta quarta-feira que discorda da decisão da Fifa de permitir a realização de partidas de futebol em cidades com grande altitude.

A Fifa suspendeu recentemente a medida que proibia que jogos fossem disputados em estádios localizados acima de 2.750 metros de altitude, uma decisão tomada após forte campanha de alguns países sul-americanos.

A Bolívia, que liderou a campanha contra a medida da Fifa, é o país mais beneficiado, por tradicionalmente receber as seleções visitantes na capital La Paz, a 3.600 metros acima do nível do mar.

Pelé reconheceu que, apesar de ter jogador várias vezes em La Paz, prefere que outras cidades sejam escolhidas para receber partidas na Bolívia.

"Se estamos pensando em igualdade e em proteger os jogadores, acho que jogando no mesmo país, há condições de jogar em uma cidade mais baixa, é melhor para a proteção dos jogadores", disse Pelé a jornalistas.

O ex-jogador está em Santiago a convite do Banco Santander, patrocinador da Copa Libertadores.

O Brasil foi o principal opositor a realização de partidas em La Paz, e o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, chegou a afirmar que a seleção não jogaria na cidade pelas eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2010.

Mas a mudança de postura da Fifa obrigará o Brasil a jogar na capital boliviana.

A Bolívia enfrentará Chile e Paraguai, em 15 e 18 de junho, respetivamente, no reinicio das eliminatórias.

(Reportagem de Claudio Cerda)