FIA pede investigação sobre insultos racistas na Espanha

segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008 12:29 BRST
 

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - A Federação Internacional de Automobilismo (FIA), órgão que comanda a Fórmula 1, ameaçou impor sanções rigorosas contra os circuitos espanhóis caso se repitam as ofensas raciais lançadas contra o piloto Lewis Hamilton, da McLaren, em Barcelona, neste fim de semana.

"A FIA ficou surpresa e desapontada com as ofensas dirigidas a Lewis Hamilton", afirmou um porta-voz. A entidade ordenou a realização de um relatório completo sobre o incidente.

"Ofensas desse tipo significam uma afronta clara aos princípios incorporados aos estatutos da FIA. E quaisquer novas ofensas resultarão em graves punições."

Hamilton, o primeiro piloto negro da Fórmula 1, que disputou o título da competição em 2007 em meio a um fantástico ano de estréia no qual venceu quatro corridas, foi xingado por espectadores espanhóis no Circuito da Catalunha.

Vários jornais espanhóis disseram que o piloto britânico, 23, foi vaiado e insultado nas vezes em que saiu dos boxes, no sábado.

O correspondente do jornal esportivo Marca afirmou ter ouvido claramente gritos de insultos, como "negro de m...", vindos de grande parte dos torcedores.

"A forma como ele está sendo tratado não é correta", afirmou o diretor de testes da McLaren, Indy Lall, segundo uma publicação.

A Federação Espanhola de Automobilismo condenou, em nota, o ato de racismo.   Continuação...