Ron Dennis está desapontado com silêncio de Alonso na McLaren

sexta-feira, 5 de outubro de 2007 15:49 BRT
 

XANGAI (Reuters) - O chefe da equipe McLaren, Ron Dennis, expressou desapontamento pelo fato do bicampeão Fernando Alonso não defender a escuderia das acusações de favorecimento.

Alonso foi perguntado antes do GP da China se ele tem sido tratado de forma igualitária pela McLaren e se a equipe poderia ter de alguma forma reduzido a velocidade de seu carro para favorecer o líder do campeonato, o britânico Lewis Hamilton.

"Pergunta difícil... Não vou responder", retrucou Alonso.

Dennis, que disse em um encontro da Federação Internacional do Automobilismo (FIA) no mês passado que ele e o piloto não estão se falando desde agosto, negando uma acusação em uma coletiva nesta sexta-feira de que o carro do Alonso poderia estar "alterado".

"Há várias cláusulas de igualdade em nossos contratos, elas são recíprocas", disse.

"Nós nunca favorecemos, nunca favoreceremos e certamente não estamos favorecendo qualquer piloto no momento".

"Esta é uma briga direta e obviamente estou desapontado que alguém que realmente tem todo o conhecimento não deveria ser aberto com a resposta", afirmou Dennis.

Hamilton, o novato de 22 anos que transformou a categoria nesta temporada em uma tempestade, pode vencer o título no domingo se triunfar em Xangai.

O britânico venceu no último fim de semana no Japão e está a 12 pontos na frente de Alonso, que bateu em Fuji, faltando apenas o GP do Brasil depois da corrida na China.

(Por Mark Meadows)