Tenista chileno Massú promete dura batalha em Pequim

terça-feira, 5 de agosto de 2008 01:59 BRT
 

SANTIAGO (Reuters) - O tenista chileno Nicolás Massú disse na segunda-feira, antes de seguir rumo à China, que estará bem preparado para os Jogos Olímpicos de Pequim, onde seus rivais terão de lutar muito para tirar dele as duas medalhas de ouro que ganhou em Atenas-2004.

Massú, atual 125o. do mundo, chega aos Jogos depois de ter ido à final do challenger de Belo Horizonte, diante do mexicano Santiago González, 217o. da ATP.

O jogador de 28 anos prometeu lutar duramente em sua terceira Olimpíada.

"Vou preparado para batalhar contra todos. Não existe nada mais bonito que defender minhas medalhas olímpicas. Vou com muita gana. É minha terceira Olimpíada e tenho muita experiência nesse sentido", disse Massú aos jornalistas.

"Para tentar me tirar as medalhas, não sei o que vão ter de fazer. Eu vou muito bem preparado. Para me vencer, vão ter de colocar na minha frente alguém que esteja disposto a lutar por três ou quatro horas", emendou.

Na China, Massú defenderá as duas medalhas de ouro que conquistou em Atenas na competição individual e em duplas -- com Fernando González, atualmente 15o do mundo.

O tenista, nascido na cidade litorânea de Viña del Mar, reconheceu: "Sempre há favoritos no esporte, e os favoritos são (Novak) Djokovic, (Rafael) Nadal e (Roger) Federer, mas muitas vezes eu também fui favorito e perdi." Nos Jogos Olímpicos de Atenas, González, companheiro de duplas de Massú, foi medalha de bronze na competição individual.

(Por Claudio Cerda)