COI celebra boa saúde financeira, mas quer atrair jovens

terça-feira, 5 de agosto de 2008 01:45 BRT
 

Por Karolos Grohmann

PEQUIM (Reuters) - O Comitê Olímpico Internacional (COI) é uma organização com receitas crescentes, mas precisa se manter relevante para os jovens para continuar a crescer, disse nesta terça-feira o presidente da entidade, Jacques Rogge.

"Eu acredito (que a situação do COI) é muito boa", disse Rogge em seu discurso na 120o. sessão da organização.

Ele disse que os ganhos com venda de direitos de transmissão de TV para o período de 2009 a 2012 devem superar as expectativas em centenas de milhões de dólares, superando 3,8 bilhões de dólares. "A situação é muito favorável", disse Rogge.

Rogge também disse que o programa para os patrocinadores principais para o mesmo período vai aumentar comparado com o programa atual, que espera arrecadar 866 milhões de dólares.

"Para o período de 2009 a 2012 já temos nove patrocinadores e outros parceiros estão em vias de serem anunciados ou de assinar contratos", disse Rogge.

As atuais reservas do COI também são muito saudáveis, tendo, segundo Rogge, saltado de 105 milhões de dólares em 2001 para 353 milhões de dólares atualmente.

Ele alertou, contudo, que a organização precisa atrair os mais jovens que têm se interessado por outro tipo de evento esportivo, incluindo competições como os X Games, ou se desinteressado pelo esporte.

"O COI precisa se comunicar melhor com o público jovem, cujos gostos têm mudado", completou.

 
<p>Presidente do Comit&ecirc; Ol&iacute;mpico Internacional, Jacques Rogge, fala durante abertura da 120a. sess&atilde;o da entidade em um hotel de Pequim. Photo by Gil Cohen Magen</p>