5 de Agosto de 2008 / às 10:10 / em 9 anos

CURTAS-Vôlei feminino exalta preparação na chegada a Pequim

<p>Renata, jogadora de v&ocirc;lei de praia, durante treino em Pequim REUTERS. Photo by Carlos Barria</p>

PEQUIM (Reuters) - A preparação adequada da seleção feminina de vôlei do Brasil foi destacada pelo técnico José Roberto Guimarães na chegada à capital chinesa, nesta terça-feira.

“Estou satisfeito com o trabalho desenvolvido, desde os treinos em Saquarema até o período no Japão”, disse o treinador, de acordo com nota divulgada pelo Comitê Olímpico Brasileiro.

Até a estréia, o trabalho maior estará focado na defesa, treinada intensivamente em Osaka (JAP). Mas Zé Roberto também quer marcar alguns amistosos para testar a equipe, que chegou cansada.

Nos dias de aclimatação no Japão, o treinador aproveitou para conversar muito com suas jogadoras sobre as adversárias. “O importante é que o moral do grupo está em alta, principalmente depois da conquista do Grand Prix”, comentou.

TWEEDLE DESISTE DE SALTO E TRAVE

A ginasta britânica Beth Tweddle não vai disputar as provas de salto e trave na Olimpíada de Pequim devido a uma lesão nas costelas.

A campeã mundial em 2006 das barras assimétricas, de 23 anos, afirmou nesta terça-feira que ainda disputará as provas de solo e barras.

“As barras e o solo são minhas provas mais fortes, então vou me concentrar nelas. Meu principal objetivo é ajudar a equipe a se classificar para a final por equipes”, disse ela em um comunicado.

DOPING NO CICLISMO

O ciclista russo Vladimir Gusev não poderá disputar a Olimpíada depois de ter sido demitido por sua equipe profissional no mês passado, devido ao elevado nível de células sanguíneas registrado em exames antidoping, de acordo com agências de notícias russas.

<p>A ginasta brit&acirc;nica Beth Tweddle duranter treino para Pequim. Photo by Phil Noble</p>

Gusev, de 25 anos, disputaria a prova individual contra o relógio em 13 de agosto e era cotado para ganhar uma medalha.

“Hoje nossa federação, junto com o Comitê Olímpico Russo, tomou a decisão de não incluir Vladimir Gusev na lista olímpica para os Jogos de Pequim”, disse o chefe da Federação Russa de Ciclismo, Alexander Gusyatnikov, segundo a agência All Sport.

BRISBANE

A Austrália está avaliando se candidatar para uma terceira Olimpíada depois de o Comitê Olímpico Australiano ter escolhido a cidade de Brisbane como postulante para uma futura tentativa.

Em 1956 Melbourne sediou os Jogos, e em 2000 foi a vez de Sydney.

Entretanto, o COA afirma que é muito cedo para afirmar quando Brisbane vai se candidatar, mas isso não seria antes de 2020, porque Londres já receberá a competição em 2012 e a lista para 2016 já foi feita.

ATAQUE CARDÍACO

O cardiologista Klaus Kallmayer alertou os telespectadores dos Emirados Árabes Unidos que permaneçam calmos durante a Olimpíada, afirmando que eles têm um retrospecto particularmente ruim de ataques cardíacos enquanto assistem a esportes.

“Assistir a um jogo estressante que envolve a seleção nacional pode mais do que dobrar o risco de um incidente cardiovascular agudo. E o retrospecto cardiovascular ruim dos Emirados Árabes Unidos significa que os espectadores aqui podem estar ainda mais em risco”, disse ele em um comunicado.

“Entusiastas dos esportes que preferem assistir do sofá em vez de que fazerem atividade física devem estar cientes de que estatisticamente o conforto de suas salas não é mais seguro do que realmente competir”, disse ele.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below