Federer treina sem clima de festa em Pequim; Nadal vive o oposto

terça-feira, 5 de agosto de 2008 10:12 BRT
 

Por Martyn Herman

PEQUIM (Reuters) - Uma rápida olhada para o placar do Centro Olímpico de Tênis pouco ajudou o suíço Roger Federer a melhorar seu humor nesta terça-feira.

Durante o treinamento de duas horas de Federer com o parceiro de duplas Stanislas Wawrinka, o nome de Tomas Berdych estava congelado no placar ao lado de Federer.

A lembrança do tcheco que eliminou o suíço dos Jogos de Atenas quatro anos atrás ou foi uma simples coincidência ou obra de algum técnico mal-intencionado. Seja o que for, Federer não estava para sorrisos e escapou dos jornalistas que esperavam por ele.

Até a namorada do tenista, Mirka Vavrinec, adotou o silêncio enquanto assistia à atividade da arquibancada, entregando água para o dono de 12 títulos do Grand Slam mas que perdeu a melhor forma recentemente e será ultrapassado na liderança do ranking mundial pelo espanhol Rafael Nadal.

Em outra quadra do complexo, o clima não poderia ser mais diferente para Nadal, que será o número 1 no ranking de 18 agosto. O espanhol realizou uma relaxada sessão de treinamento ao lado do compatriota Tommy Robredo.

Nadal não demonstrou sinais de preocupação, conversou com jornalistas e distribuiu autógrafos para alguns dos muitos voluntários de serviço na sede do tênis olímpico.

Ele até brincou de futebol com a bola de tênis ao lado de Robredo, que divide quarto com Nadal na Vila Olímpica. O espanhol está claramente aproveitando a atmosfera positiva.

"É um pouco diferente do que nós estamos acostumados, mas é bom", disse ele a repórteres. "Agora que serei o número 1, o único pensamento está na Olimpíada."

Nadal, que chegou a Pequim na segunda-feira, teve sua série invencível de 32 partidas encerrada pelo sérvio Novak Djokovic em Cincinnati, na semana passada, mas a derrota parece não ter abalado sua confiança.

"Estou mais cansado que o normal. Fisicamente eu disputei muitos jogos, mas em três ou quatro dias eu já vou estar me sentindo diferente."

 
<p>O tenista su&iacute;&ccedil;o Roger Federer treina antes da abertura dos Jogos Ol&iacute;mpicos de Pequim. Uma r&aacute;pida olhada para o placar do Centro Ol&iacute;mpico de T&ecirc;nis pouco ajudou o su&iacute;&ccedil;o Roger Federer a melhorar seu humor nesta ter&ccedil;a-feira. Photo by Toby Melville</p>