Pequim recebe a tocha com festa e muita segurança

quarta-feira, 6 de agosto de 2008 00:55 BRT
 

Por Chris Buckley

Pequim (Reuters) - Uma multidão agitando bandeiras para receber a tocha olímpica em Pequim marcou o início dos passos finais da jornada da chama após uma viagem com pompa patriótica, controvérsia e muita segurança.

A chama dos Jogos de Pequim começou a jornada final partindo da ancestral Cidade Proibida, que já foi a casa do imperador da China, com uma multidão gritando "vai Olimpíada, vai China!". A tocha vai chegar ao Estádio Ninho de Pássaro na sexta-feira para a cerimônia de abertura.

O povo acerca da rota da tocha, próximo da Praça Tiananmen, coração simbólico da capital, acenava bandeiras olímpicas brancas e bandeiras nacionais vermelhas refletindo o ardente patriotismo que tem acompanhado a tocha desde o início de sua jornada de 130 dias.

"Não é apenas uma questão esportiva, isso é a imagem da China", disse Xi Li, um dos milhares de recepcionistas oficiais da organização à entrada da Cidade Proibida.

"Esperamos e esperamos muito tempo pelo início dos Jogos", disse Zhang Haiping, aposentado. "Eu me sinto orgulhoso. Espero que nada saia errado."

Dezenas de milhares de policiais e guardas de segurança nas ruas de Pequim deixavam clara a preocupação das autoridades com a segurança depois que militantes mataram 16 oficiais de fronteira na distante província de Xinjiang, na segunda-feira.

 
<p>O jogador de basquete chin&ecirc;s Yao Ming carrega a tocha ol&iacute;mpica em Pequim. Uma multid&atilde;o agitando bandeiras para receber a tocha ol&iacute;mpica em Pequim marcou o in&iacute;cio dos passos finais da jornada da chama ap&oacute;s uma viagem com pompa patri&oacute;tica, controv&eacute;rsia e muita seguran&ccedil;a. Photo by Claro Cortes Iv</p>